22 janeiro 2014

Resenha | A Corrente, Passe adiante - Estevão Ribeiro



Sinopse: ... Quantas correntes já caíram na sua caixa de entrada e você apagou impiedosamente sem nem olhar o conteúdo? Quantas ameaças do tipo ‘se não passar essa mensagem para 20 amigos, você irá morrer’ já foram ignoradas? Já passou pela sua cabeça que uma delas poderia ser verdadeira? Em A Corrente, um thriller de Estevão Ribeiro, Roberto Morate é um hacker, uma ameaça virtual que vive de aplicar golpes em desafortunados que não protegem suas senhas. Ao receber um e-mail de uma garota desconhecida, ameaçando-o se não repassar a mensagem, ele ri. Entretanto, em um momento de tédio, resolve dar um susto em alguns amigos e a encaminha para sete pessoas.

Autor: Estevão Ribeiro
Editora: Draco
Páginas: 184
Tipo: E-book


  Resenha:


  Em uma das minhas buscas tão comuns pela internet por bons livros, tive o prazer de encontrar este. Um suspense e fantasia quase tangível, capaz de nos raptar nas primeiras linhas e sustentar até o fim.
  Neste Thriller, apesar dos clichês bem comuns em filmes do gênero onde um espírito irado provoca a morte de várias pessoas e a figura espectral juvenil ameaçadora – porque demônios e fantasmas de crianças sempre assustam mais? – A Corrente, mantém seu magnetismo inquebrável que não nos permite abandoná-lo.
  Covarde e inusitado, o autor escolheu um cenário intrínseco ao nosso cotidiano para causar mais temor e veracidade: A Internet. A melhor isca para capturar nossa curiosidade!
  Quem nunca recebeu uma daquelas correntes maçantes por e-mail ou redes sociais que lhe conta uma história medonha com promessas de vida ou morte no fim? Bruna é a nossa assustadora garota de 16 anos responsável pela corrente que causará horror aos personagens. Com uma mensagem “inofensiva” e ameaçadora ela dá a sua vitima a chance de escolher entre viver ou morrer com apenas alguns cliques do mouse.
  Roberto é um hacker de pouco caráter que recebe a corrente em seu e-mail e decide compartilhar por pura diversão. Inocente, acredita ser só mais uma das inúmeras mensagens contidas na internet feita para assustar o internauta e repassa para seus sete amigos escolhidos por motivos singulares cada um.
  Somos apresentados a cada um dos personagens minutos antes do encontro deles com Bruna, e todos eles, no momento em que recebem a corrente estão fazendo algo que não deveriam dadas as circunstancias do momento, tornando-os vitimas fácies e suplicantes.
  Alguns pontos na narrativa a afastam da realidade e a deixam mais ficcional principalmente quanto à morte de alguns personagens – como um tiro num apartamento, um desabamento em um hospital e a morte de alguém em pleno ambiente comercial não atrairiam curiosos?
  Enfim, o texto tem uma linguagem simples e fácil de ser compreendida e o trabalho da editora com o designer e capa foram excepcionais, sem mencionar que o livro nos deixa marcas permanentes, jamais iremos encarar essas “correntes” da mesma maneira e jamais faremos um download sem consultar várias vezes o que está sendo baixado.


  Beijos, Milla Alemida.

3 comentários:

  1. Oi Milla... que legal... e que medo!!
    Internet está sendo conquistada no mundo da literatura aos poucos. Não gosto muito deste tipo de livro mas me interessei bastante por esse!
    Adorei a resenha, genial!
    Beijos,
    Marcela.
    ocantinholiterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Marcela, eu não tenho o livro ainda li pelo SildShere, o autor disponibilizou lá, você pode está conferindo se quiser.
      http://www.slideshare.net/estevaoribeiro5/a-corrente-passe-adiante
      Beijos.

      Excluir
  2. adorei a tematica do livro. realmente muito criativa!!

    ResponderExcluir