05 fevereiro 2014

Resenha | Starters, Lissa Price



Sinopse: Seu mundo mudou para sempre. Callie perdeu os pais quando as guerras de Esporos varreu todas as pessoas entre 20 e 60 anos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha. A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbador em Berverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como o Old Man. Ele aluga adolescentes para alugar seus corpos aos Terminais — idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver concorda em ser uma doadora. Mas o neurochip que colocam em Callie está com defeito e ela acorda na vida de sua locadora, morando em uma mansão, dirigindo seus carros e saindo com o neto de um senador. Parece quase um conto de fadas, até Callie descobrir que sua locatária pretende fazer mais do que se divertir — e que os planos de Prime Destinations são tão diabólicos que Callie nunca podia ter imaginado...


Autor: Lissa Price
Editora: Novo Conceito
 Páginas: 272
Tipo: Livro

Opinião: 

  A guerra do Pacifico se espalhou e junto com ela um vírus mortal que devastou famílias inteiras. A vacina que imuniza a população da ação do vírus é priorizada aqueles que tem mais risco de contaminação: Crianças e Idosos. Com o fim da guerra, o que sobraram foram apenas destroços do que a sociedade foi um dia, jovens órfãos se esgueirando nas vias lúgubres de cada esquina e idosos quase eternos.
 Nesse cenário trágico de pós guerra, a sociedade foi dividida em suas classes os Starters, adolescentes e crianças e os Enders, os nobres anciões vitalícios que ultrapassam seus 100 anos. Callie é uma sobrevivente da recente guerra dos Esporos que abalou todo o mundo, uma Starters, que vive refugiada nas ruas em prédios abandonados junto com seu irmão Tayler, que tem uma doença pulmonar muito rara.
 Na esperança de cuidar melhor da saúde do irmão e saírem das ruas, Callie rende-se a uma atividade tão peculiar quanto macabra: Doar o seu corpo para que um Ender reviva alguns dias em um belo corpo jovem.
 O grande ápice da historia é quando a Callie desobre que acabou se envolvendo numa briga em que não queria e tem suas escolhas, ou se torna uma assassina, ou cúmplice da morte e reclusão de vários dos seus.
 O livro é bastante futurista apesar de não nos especificar o ano em que tudo acontece. A tecnologia da época nos leva a um ambiente surreal. Por vezes o livro lembrou-me bastante A Hospedeira - Stephenie Meyer, pela semelhança de objetivos e prioridades das personagens.
O livro tem uma linguagem contemporânea o que facilita a leitura, a nossa protagonista tem uma personalidade com a qual me identifiquei bastante e para o meu deleite, saio agora em Janeiro na NC o livro Enders, que esta em 5ª lugar na minha lista de ambições literárias – O primeiro lugar é sempre os livros de S. King.
 Enfim, é um livro que vale a pena cada minutinho bem gasto com a leitura, recomendadissimo, so discordo do comentário na capa “Fãns de Jogos Vorazes vão adorar” acho mais fácil os fãs de A Hospedeira, Ridrick e O Exterminador do Futuro.

 Beijos, Milla Alemida.



2 comentários:

  1. Oi, tudo bem?! Gostei muito da resenha! To doida pra ler esse livro! Ah, se puder (e quiser!) dá uma passada lá no meu blog?! Comecei hoje e gostaria de algumas opiniões e dicas! :) Brigada! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Amei seu blog, louca pára ver as novas postagens. Beijos

      Excluir