22 abril 2014

Notas de Rodapé | Só pensamentos...

O propósito do blog nunca foi fama, sempre foi encontrar pessoas que com os mesmos interesses que os meus, quem sabe algumas mesmas opiniões, fazer amigos e encontrar pessoas que realmente de significado a palavra amizade.

 De um tempo para cá fui criando admiração por pessoas que assim como eu, escreviam o que pensavam e acabavam muitas vezes se realizando profissionalmente e em seu pessoal com o que faziam. Neste fim de semana aconteceu algo que me deixou tão orgulhosa e feliz quanto triste. Percebi que a pessoa que mais me admira estava mais próxima de mim do que eu pensava e que nela eu poderia encontrar uma boa parte do que procurava.

 Percebi também que criei o blog para ser o MEU DIÁRIO DE RECORDAÇÕES, para lembrar do que eu li nestas datas, a forma como sinto e vejo as coisas, quantas coisas comprei e amei durante o tempo, para nunca esquecer do que eu realmente gosto, quem realmente sou e mais ainda, para finalmente poder escrever com liberdade os poemas que tenho guardado desde que eu tinha 13 anos. E é justamente essa liberdade tardia que tenho procurado: A liberdade de escolher.

 Então vou resenhar todos e quantos livros poder, fotografar, recordar filmes e séries escrever o que diz meu monólogo interior. Não sei em que momento me dispersei ao ponto de ignorar que o Livros Por Um Beijo não está só livre ao público mas é especial e principalmente para MIM.

2 comentários:

  1. Oi Milla!

    Ai que bom! É isso aí! Você tem que dar importância ao público do seu blog, mas de nada isso adianta se não levar em consideração sua própria opinião, né?

    E sobre a parte de resenhar quantos livros quiser: os leitores do LPUB comemoram! /o/ hahaha

    Beijo,

    http://viciadas-em-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir