15 abril 2014

Resenha: O Começo de Tudo, Robyn Schneider

O Começo de Tudo

 Sinopse: O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina – um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social.
Depois que perdeu o favoritismo ao posto de rei do baile, Ezra agora almoça na mesa dos losers, onde conhece Cassidy Thorpe. Cassidy é diferente de qualquer pessoa que Ezra tenha encontrado antes – melancólica e com uma inteligência mordaz.
Juntos, Ezra e Cassidy descobrem flash mobs, tesouros enterrados e um poodle que talvez seja a reencarnação do Grande Gatsby. À medida que Ezra mergulha nos novos estudos, nas novas amizades e no novo amor, aprende que algumas pessoas, assim como os livros, são difíceis de interpretar. Agora, ele precisa considerar: se uma tragédia já o atingiu, o que poderá acontecer se houver mais infortúnios?
O Começo de Tudo é um livro poético, inteligente e de cortar o coração sobre a dificuldade de ser o que as pessoas esperam, e sobre começos que podem nascer de finais trágicos.


 Salve galera!! Como vocês já sabem, fui convidada a ser colunista do blog "Vícios em páginas". Esta é a minha resenha postada  originalmente por mim lá no blog. Vamos conferir?

Autor: Robyn Schneider
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Tipo: Livro

Minha Opinião:

 Estou definitivamente apaixonada. O Começo de Tudo é um livro altamente cativante e igualmente nocivo ao coração.

 Ezra Faulkner, 17 anos é o garoto mais que perfeito, bonito, inteligente, gentio e de personalidade exuberante que vem nos mostrar os altos baixos que podem haver na vida desde muito cedo. Como todo livro adolescente a "vida social" é inteiramente focada para seu colégio e amigos e logo no início do livro nos deparamos com a tragédia que destrói a integridade social do melhor amigo de Ezra e algumas páginas após, a do próprio Ezra.

 Após um acidente, Faulkner que antes era o garoto popular favorito para rei do baile é quase um loser. Por muito a história emocionante de Ezra muito me lembrou o também apaixonante Dan Cereill do livro Seis coisas Impossíveis, da mesma editora já que ambos os personagens temem se tornar um loser completo.

 Meu apreço e princípios literários tem se modificado bastante embora eu não lembre quando começou, sempre fugi de livros que me levassem a sentimentos adocicados preferindo a adrenalina e suspense de algum terror ou psicopatas. O livro é verdadeiro ao relatar as facetas da vida e as peças a quais todos estamos sujeitos independente da idade - digo isso porque lembro bem da Bridgert Jones.

 O tal garoto de ouro relatado na sinopse não me convenceu logo de início mas, me conquistou logo em seguida. Apear da sua "tragédia particular" como se refere o livro - fico imaginando a tragédia coletiva - Ezra vai conhecer um lado diferente do qual está acostumado que irá muda-lo positivamente.

 Enfim, O Começo de Tudo é um livro - dentre muitas outras características - para refletir e ponderar. O uso da simbologia de uma montanha russa pra refletir e inconsistente trajetória de Ezra foi perfeita além do final inesperado. Como todo livro do gênero é impossível terminar sem a sensação de expectativa e nostalgia, logo eu que me apaixono por vilões, amando o mocinho.


Beijos, Milla Almeida.

2 comentários:

  1. Adoro livros desse estilo, esse parece ser emocionante e deve trazer uma lição no final (ou nele como um todo rsrs). Gostei da resenha, obrigada pela dica! :D
    Beijos,
    Renata.
    viciadas-em-livros.blogpot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço pela visita Renata. Este ´é realmente um livro de muitas lições.
      Beijos.

      Excluir