28 maio 2014

Notas de Rodapé | Livros que deveriam virar filme


 Estava revisando alguns livros lá no Skoob e encontrei muitos que viraram filmes e muitos que tinham tudo para virar e são ignorados. Num impulso de comoção e revolta resolvi fazer esse post para falar de livros que tem esse potencial independente de seu gênero. Então vou presentar um pouco deles para vocês os que já tiverem resenha aqui no blog deixarei o link.

1. A Lista Negra - E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas. A lista negra, de Jennifer Brown, é um romance instigante, que toca o leitor; leitura obrigatória, profunda e comovente. Um livro sobre bullying praticado dentro das escolas que provoca reflexões sobre as atitudes, responsabilidades e, principalmente, sobre o comportamento humano. Enfim, uma bela história sobre auto-conhecimento e o perdão. RESENHA - COMPRAR - DOWNLOAD FREE

2. Julieta Imortal - Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará de tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela. RESENHA - COMPRA - DOWNLOAD FREE

3. Cai o Pano - Para resolver o último caso de sua carreira, o detetive belga Hercule Poirot volta ao local onde solucionou os primeiros crimes. Neste livro, o último de um ciclo de romances de Agatha Christie, o talento da escritora inglesa junta-se à primorosa tradução de Clarice Lispector. COMPRAR - DOWNLOAD FREE

4. É Fácil Matar - Neste livro, Luke Fitzwilliam é um policial aposentado que volta para a Inglaterra a fim de descansar. Seus planos imediatos são apostar nos cavalos, reencontrar velhos amigos e, acima de tudo, se divertir. Mas, ao pegar o trem de volta para Londres, uma velhinha senta ao seu lado e começa a contar uma história aparentemente sem pé nem cabeça, e que envolve vários assassinatos. A velhinha é a sra. Pinkerton, e Luke só lhe dá atenção porque ela lembra sua tia Mildred. Para a surpresa do ex-policial, a moradora de Wychwood-under-Ashe está indo a Londres com a intenção de denunciar à Scotland Yard uma série de crimes. Como se não bastasse, a velha senhora inglesa ainda prevê quem será o próximo morador da cidadezinha a morrer - o médico Humbleby. Após descer do trem, Luke não consegue esquecer o que ouviu. Qual não é seu espanto quando, um dia depois, lê no jornal que a sra. Pinkerton morreu atropelada. Além disso, Luke fica sabendo - em um intervalo pequeno de tempo - que o médico Humbleby também está morto. Para o ex-policial as coincidências são muitas para serem apenas coincidências . Decide, então, começar uma investigação por conta própria. Luke parte para Wychwood-under-Ashe em busca de um assassino que nem tem certeza se existe, pois todas as mortes parecem ter sido de causas naturais. Porém, em se tratando de mais uma história da dama do crime, é mais provável que a sra. Pinkerton esteja certa. COMPRAR - DOWNLOAD FREE

5. Duma Key - Um acidente terrível em um canteiro de obras arranca o braço e a mão direitos de Edgar Freemantle e embaralha sua memória e sua mente. A raiva é praticamente tudo o que lhe resta enquanto inicia sua penosa recuperação. O casamento que gerou duas filhas maravilhosas termina de repente e Edgar começa a desejar não ter sobrevivido às lesões que quase o mataram. Seu psicólogo sugere uma "cura geográfica", uma nova vida longe das cidades gêmeas de Minneapolis-Saint Paul e da empresa que ele construiu do nada. E sugere que Edgar também retome o hábito de desenhar. Ele troca, então, Minnesota por uma casa alugada em Duma Key, uma ilhota de beleza extraordinária e estranhamente subdesenvolvida na costa da Flórida. Lá, ele ouve o chamado do sol se pondo no Golfo do México e da maré chacoalhando as conchas na praia - e desenha. Uma visita de Ilse, sua filha mais querida, o incentiva a abandonar a solidão. Ele encontra um amigo em Wireman - um homem que reluta em revelar suas próprias feridas - e, posteriormente, em Elizabeth Eastlake - uma idosa cujas raízes estão fincadas em Duma Key. Edgar passa a pintar - às vezes de modo febril -, e seu talento em combustão se revela tanto uma dádiva quanto uma arma. Muitos de seus quadros têm um poder que não pode ser controlado. Quando os fantasmas do passado de Elizabeth começam a surgir, descobrimos o perigo que suas pinturas surreais representam. Ao nos revelar a tenacidade do amor, os riscos da criatividade, os mistérios da memória e a natureza do sobrenatural, Stephen King escreve um romance ao mesmo tempo sublime, cativante e assustador. RESENHA - COMPRAR - DOWNLOAD FREE

6. Diário do Farol - Diário do farol é o relato autoral de um clérigo amoral e inescrupuloso, que no outono da sua existência resolve inventariar seu rosário de maldades, perpetradas com requintes extremos desde a infância no seminário - de início, sob o pretexto de vingar os maus-tratos do pai; posteriormente, ainda mais sofisticadas, devido ao desprezo de uma mulher.
Auto-exilado numa ilha onde pontifica um farol, o bilioso e mesquinho padre dialoga com o leitor para provocá-lo com uma realidade na qual não há bem ou mal, e assim tentar demovê-lo de qualquer noção redentora. Conseguirá? Para ele, não há transcendência, o Universo nos é indiferente e a todos foi negada essa Revelação. Não por acaso, o farol de sua ilha chama-se Lúcifer, ´aquele que detém a Luz´.
O leitor é advertido desde a epígrafe: ´Não se deve confiar em ninguém´. A vida real é feita de rupturas, exceto para aquela maioria dos homens que perde a oportunidade de viver de fato por nunca romper com nada realmente importante, adverte-se. Num testemunho insidioso, que concilia situações hilariantes com outras de horror repulsivo e escatológico, somente o cinismo impera. Nisso, põe-se o padre a fazer troça dos ´católicos que acreditam nas besteiras do catolicismo´ e a manipular todos, fiéis ou descrentes, para atingir seus fins amorais, chegando à sofisticação de submeter-se voluntariamente a sessões de tortura para dar vazão a seus caprichos vingativos.
Um mal que - posto em tom neutro como só é possível por meio de uma arte superior como a literatura - nos permeia a todos e nos leva a refletir sobre nossa condição social e humana. Um mal na sua essência, que nada tem de panfletário e denunciador, que encontra solo fértil na sociedade e no sistema político atuais. RESENHA - COMPRAR

7. Sangue Na Neve - A policial Tessa Leoni matou seu marido, Brian Darby, em legítima defesa. A arma do crime está à vista de todos e os hematomas no corpo de Tessa confirmam a ocorrência. A policial também não fez questão de fugir, ou de arrumar qualquer justificativa para explicar aquele corpo estendido no chão da cozinha, portanto, aparentemente, o que a investigadora D.D.Warren tem à sua frente é o desfecho de uma briga doméstica. Um caso simples. No entanto, ao abrir o inquérito, D. D. terá uma surpresa: este não é o primeiro homicídio de Tessa Leoni e — afinal — onde está a filhinha de seis anos da policial? Será que a policial Leoni realmente atirou em seu marido para matá-lo? Uma mãe seria capaz de prejudicar intencionalmente sua filha? D. D. Warren, a experiente detetive que acredita que desvendar um caso é como mergulhar na vida do criminoso, enfrentará mais uma investigação que a levará a uma busca frenética por uma criança desaparecida enquanto tenta encaixar as peças de um mistério familiar que a levará a quebrar os muros do corporativismo policial. RESENHA - COMPRAR

8. A Corrente, Passe Adiante - Quantas correntes já caíram na sua caixa de entrada e você apagou impiedosamente sem nem olhar o conteúdo? Quantas ameaças do tipo ‘se não passar essa mensagem para 20 amigos, você irá morrer’ já foram ignoradas? Já passou pela sua cabeça que uma delas poderia ser verdadeira? Em A Corrente, um thriller de Estevão Ribeiro, Roberto Morate é um hacker, uma ameaça virtual que vive de aplicar golpes em desafortunados que não protegem suas senhas. Ao receber um e-mail de uma garota desconhecida, ameaçando-o se não repassar a mensagem, ele ri. Entretanto, em um momento de tédio, resolve dar um susto em alguns amigos e a encaminha para sete pessoas. Depois, descobre que salvou a sua vida. Só que, para isso, condenou a sua alma e a de todos que receberam a corrente. Agora, Roberto precisa correr contra o tempo e contra a sede de sangue da misteriosa Bruna, que ameaça transformar a ilha de Vitória em um inferno. Poderá Roberto salvar a sua vida e de seus amigos? Ao pegar este livro, esteja avisado: Leia. Passe adiante. Sobreviva. RESENHA - COMPRAR

9. Bendito/Maldito - Duas extremidades: Deus e Diabo. Entre eles, um homem. E uma história – ou duas – contada de maneira original. De um lado, despojada, bem-humorada. De outro, cruel, forte. É um livro engraçado? É. É um livro de suspense e terror? É. Bendito Maldito é o retrato de como a vida de uma pessoa pode ser diferente dependendo do lado que ela escolher. Deusidário é o personagem principal de Bendito. Um homem que, após passar por di¬ficuldades, resolve vender a alma para o Diabo. O Diabo, claro, fecha o negócio mas impõe uma condição:só pagará ao dono da alma se este cumprir seus 10mandamentos.O Diabo, a¬final, não aceita almas boas. Contudo, o inesperado acontece: a alma boa de Deusidário aparece para tentar impedir que ele cumpra os 10 mandamentos do Diabo, efetivando, assim, a venda. A partir desse momento, Bendito entra num ritmo alucinante e engraçado atingindo um clímax ¬final inusitado. Será que a alma boa vai impedir que Deusidário seja mau? E qual será o verdadeiro ¬final para quem é bom? Maldito conta a história abordando justamente o ponto de vista da maldade. Dominado pelo mal, Deusidário comete atrocidades em nome do Diabo. E tem um objetivo: matar 666 pessoas, de preferência, mulheres. É uma narrativa alucinante e cheia de suspense, capaz de deixar o leitor apavorado. E capaz de nos fazer questionar: como seríamos se nossa alma fosse má? Qual será o verdadeiro final para quem é mau? RESENHA

6 comentários:

  1. Me interessei bastante por A Lista Negra. Parece ser um livro incrível e, certamente, merece virar filme.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de Maio

    ResponderExcluir
  2. Sangue na neve e A lista negra seriam demaiss! Nunca li os dois, mas já li resenhas e quero muuuuito lê-los rsrs. Adorei o post!
    Beijos,
    Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Renata. Acredito que se você ler vai amar muito ambos.
      Beijos.

      Excluir
  3. Não conheço esses livros que falou, mas ouvi falar muito do primeiro que era bom, quero muito ler ><
    Flor, venha conhecer o Doce Literário <3
    Beijos!
    http://doceliterario.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom esmo Amanda.
      Conhecerei sim.
      Beijos.

      Excluir