05 julho 2014

Diário De Uma Paixão, Nicholas Sparks

Sinopse: "Não sou nada especial; disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns, e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda a minha alma e coração e, para mim, isso sempre bastou." Noah Calhoun Assim tem início uma das mais emocionantes e intensas histórias de amor que você lerá na vida... O livro é o retrato de uma relação rara e bela, que resistiu ao teste do tempo e das circunstâncias. Com um encanto que raramente é encontrado na literatura atual, O Diário de uma Paixão de Nicholas Sparks, o consagra como um contador de histórias clássicas, com uma perspectiva excepcional sobre a mais importante e única emoção que nos mantém. Com mais de 12 milhões de cópias vendidas, o livro que emocionou as pessoas ao redor do mundo, foi traduzido para mais de 20 línguas. 
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 256
Tipo: Livro
Minha Opinião:

 Neste livro conhecemos a história de Allie e Noah um casal apaixonado e sincero que transformou um simples amor de verão em um lindo romance. A história é contada por Noah que agora já passa dos seus 80 anos e revela o seu diário, nele, contida a história de dois jovens separados por 14 anos por diversas circunstâncias que se reencontram.

 Ok, ok. A história de amor é linda, a sensibilidade do autor é enorme e o amor que sepera a dor de uma doença é emocionante mas, - me desculpem os fans - eu não gostei de Diário de Uma Paixão. Não li muitos livros do autor, apenas Querido John e ainda assim percebi uma característica em sua escrita que se repetiu, eu jamais li ou assisti qualquer filme baseado nos livros do autor mas já imagino que todos devem ter essa repetição furtiva de drama sobre drama.

 Achei toda a historia muito clichê e apesar da beleza dos personagens e da emoção da historia não me senti tocada ou comovida. O amor de Noah por Allie não se abala por causa da doença de sua parceira mas não foi tão intenso a ponto de tocar o leitor e força-los a litros de lágimas.

 Bem, eu não vou falar muito porque acredito que vocês já perceberam o meu ponto de vista sobre a história, só posso dizer que não sei se lerei outro livro do autor.



Beijos, Milla Almeida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário