15 maio 2015

A CAÇADA

Sinopse:Caçada - Gene é diferente dos outros. Ele não tem a força e agilidade de seus colegas da escola, é imune à luz do sol e não sente uma sede insaciável por sangue. Gene é um "eper", um dos últimos humanos do planeta, e vive disfarçado no meio das pessoas normais. Ele usa presas falsas, raspa todos os pelos do corpo, faz o possível para esconder seu cheiro e jamais abandona sua máscara. Sabe que não deve chamar a atenção em um mundo em que um pequeno deslize pode ser fatal. Mesmo vivendo sozinho há anos, Gene ainda escuta as palavras de advertência de seu pai - Não faça amigos; não pegue no sono durante a aula; não pigarreie; não gabarite as provas, embora sejam um insulto à sua inteligência. Não durma na casa de colegas; não cantarole nem assobie. E ainda; Nunca esqueça quem você é. Ele leva sua vida de acordo com essas regras, determinado a sobreviver. Mas a frágil segurança de Gene é ameaçada por uma terrível surpresa; a Caçada Eper.

Gene precisa escolher entre ser o caçador ou a caça. Não há escapatória - e qualquer erro significa a morte certa. 
Editora: Intrínseca
Autor: Andrew Fukuda


 O autor nos trás um mundo tão distópico, tão modificado que os conceitos do que é normal foram completamente alterados a humanidade está extinta e sua espécie conhecida como Eperes, as novas pessoas são os sanguinários devastadores, comedores de carne e bebedores de sangue.

 A historia é narrada por um personagem sem nome conhecido por denominação variante de acordo com o local onde está, uma coisa é certa, este garoto/rapaz/homem é um eper, e está sozinho nesta nova sociedade fingindo ser uma "pessoa normal" para sobreviver. Alguns capítulos a frente vamos descobrir que seu nome é Gene.

 Temos conhecimento apenas que esse personagem já teve familia mas aos poucos ela foi morta, sem detalhes iniciais sobre sua mãe e irmãos sabemos apenas que seu pai o abandonou  quando ainda era muito jovem por ter sido infectado.

  Para mantar essa falsa imagem é necessário um esforço incomum, está atento aos detalhes e comportamento já que nesta nova sociedade não exitem risos e expressões - principalmente faciais - o auto controle é a sombra que o impede de ser devorado. Enfim, imerso nesta farsa, Gene é infortunadamente selecionado para um evento conhecido como A Caçada onde um grupo de cidadãos terão a oportunidade de sair em uma caçada única a epers, podendo - já que muitos nunca provaram a carne eper - deleitar-se num grande banquete. E é ai, que todos os perigos para nosso caro personagem se iniciam.

 Longe de todos os "equipamentos" que o preparam para o seu dia - desodorante, barbeador, lixas e até mesmo água - e certo de que será descoberto ele terá que tomar decisões difíceis, fará descobertas espetaculares e enfrentará uma batalha inigualável.

 A escrita do autor é deliciosa, a forma como nos apresenta fatos nos afoga em cada parágrafo tornando impossível desgrudar da leitura antes do fim. Gene, apesar de jovem tem um auto controle e maturidade saborosa decorrente de sua experiencia de vida, pela forma como aprendeu a viver.

 Uma coisa interessante no livro é a ignorância do próprio personagem e da nova espécie sobre os epers. Já faz tanto tempo que houve a extinção e é impossível uma pessoa está ao lado de um eper por segundos sem devorá-lo que pouco se aprendeu sobre a forma de vida e cultura deles chegando a especular que eperes são domesticáveis e burros.

 Existe o que classifiquei como uma pequena e divertida forma de bulling - não pejorativa, claro - referente a visão que talvez uma sociedade invertida, teria sobre as pessoas, histórias exageradas e ilusórias que escreveriam citando dos mais clássicos dormir em caixões e sumir a frente de espelhos até o possível relacionamento entre ambas espécies, resistência ao sol e beleza infindável. Será que lembra alguma coisa?? RS

 Enfim, a história é deliciosa, tensa do inicio ao fim. Começamos a pensar, muitas vezes como o próprio personagem, temer a exposição e etc. É uma trilogia, já li os primeiros dois livros e posso ter certeza que leria até a lista de compras do autor.

 Li e recomendo.

 Beijos, Milla Almeida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário