07 junho 2015

CHOBITS


Sinopse: Hideki Motosuwa é um estudante de cursinho e que trabalha em um restaurante para ganhar a vida, mas está sempre duro. Por isso, acha que nunca vai conseguir realizar seu sonho de ter um Persocon. De repente tudo muda quando Hideki encontra uma linda Persocon no lixo. Após batizá-la de “Chii”, tenta buscar informações sobre ela, porém nada encontra. Como ele a fará funcionar perfeitamente?
Autor: Nanase Ohkawa


Se alguém me perguntar se eu diria deixou de ser criado para ensinar as jovens a manter a sua castidade e o significado de alguem especial, e logo entenderá porque.

Hideki, é uma estudante de vestibular de que veio do interior para cidade grande, um dos seus maiores anseios no momento é ter um persocon um tipo dr robô inteligente e interativo capaz de ser utilizado das mais diversas maneiras.

 Para sua sorte ele encontrará um modelo novo e misterioso jogado no lixo no caminho da sua casa, essa nova personagem que entrará em sua vida se chamará Chii. O intrigante é que é Chii não tem sistema operacional e acaba destruindo ou danificando qualquer persacon que é conectado a ela. Incapaz de compreender o mundo a sua volta, inocente e descuidada, Chii estará ligada ao seu novo dono de uma maneira que ambos nem imaginariam.

 Com a ajuda de seus amigos, Hideki tem a tarefa de ensiná-la diversas coisas já que, a única coisa que ela sabe é dizer o próprio nome. Junto a eles também, deverá recelar os mistérios que a ronda este modelo exentrico, conhecido como chobits.

A história é divertida com doses de humor adolescente já que, o personagem terá que lidar com a ebulição de seus hormônios juvenis. Outra irreverência do mangá é que, Chii preserva a ideologia de que ninguém nem mesmo ela pode tocar no precioso botão que está entre suas pernas o que acaba sugerindo uma ambiguidade colossal além de duplicar os mistérios e expectativas.

Ri e chorei com personagens criativos e divertidos, a história trabalha com temas emocionais como afeto, amor, e a ligação entre as pessoas e suas criações além de levantar questões discursivas como o amor entre homem e maquina.

São 16 volumes na versão nacional.

Recomendo.

Beijos, Milla Almeida.

2 comentários:

  1. Olá, Milla.
    Achei bem diferente a premissa e me chamou a atenção por ter uma espécie de robô na história, algo que eu adoro. rs
    Com certeza daria uma chance.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Já assisti, amo os animes da clamp *--*, chobits é um dos meus favoritos rsrs.

    ResponderExcluir