11 setembro 2015

PÍLULAS AZUIS, Frederick Peters

Sinopse: Nesta narrativa gráfica pessoal e de rara pureza, por meio de um roteiro simples e de temas universais (o amor, a morte), Frederik Peeters conta sobre seu encontro e sua história com Cati, envolvendo o vírus ignóbil que entra em cena e muda tudo, e todas as emoções contraditórias que ele tem de aprender a gerenciar: amor, raiva, compaixão. Pílulas azuis nos permite acompanhar, sem nenhum vestígio de sentimentalismo, através de um prisma raramente (senão nunca) abordado, o cotidiano de uma relação cingida pelo HIV, sem deixar de lançar algumas verdades duras e surpreendentes sobre o assunto. Apesar da seriedade do tema, Pílulas azuis é uma obra cheia de leveza e humor. Não é à toa que é considerada por muitos a obra-prima de Frederik Peeters. Uma das mais belas histórias de amor já publicadas.
Páginas: 208
Editora: Nemo



Frederick Peters ira nos contar brevemente sua historia e como conheceu Cati, sua esposa, e nos fara entender porque essa historia precisa ser contada.

Eles se conheciam mas, apos se reencontrarem e estarem a passo de um possível e duradouro relacionamento, Cati lhe confidencia que há em sua vida algo além do seu filho pequeno e do antigo casamento falho, o que há entre eles é a insensibilidade de um vírus austero capaz de assumir suas vidas, Ela e o filho, são portadores de HIV.

Apesar do tema intenso tratado na HQ, ela não é uma história emotiva, acredito que a intenção do autor nunca foi emocionar mas, instruir o leitor, contar sua historia e como a doença jamais os impediu de serem felizes e acaba também, tirando duvidas frequentes.




O personagem, como próprio autor é um quadrinista e porque não, árduo pensador, não obstante, dadas as características inspirasse em mensurar nessa HQ seu breve cotidiano, preocupações e pensamentos perspicazes aos quais faz uma analise pessoal de seus sentimentos.

Com traços marcantes e sem cores ele deu vida a metáforas e hiatos sociais lidando com o preconceito da família e dos amigos.Sem arrependimentos. Sem dor.


A única coisa que fiquei realmente com duvida a respeito do livro foi sobre sua capa. Infelizmente, não consegui absorver a conotação dos dois personagens boiando num infinito mar em cima de um sofá. Tentei fazer algumas associações metafóricas sobre ambos intocáveis e vívidos em meio ao turbulento mar de preconceito, dentre outras suposições mas, nada me pareceu tao real em comparação a historia.

Se vocês lerem e descobrirem, me avisem. RS

Li e recomendo.

Beijos, Milla Almeida.

15 comentários:

  1. Oi Olivia e Mila.
    Eu não tenha habito de ler HQ, esse ano que cheguei a ler alguns que gostei bastante.
    Eu não conhecia esse e anotei o nome para ler.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gostei da ideia do livro, curti tudo, a resenha também :D
    Eu adoro HQ e achei suas colocações pertinentes, outra coisa, saber que o livro não é para emocionar, não aguento mais essa histeria literária que transforma leitor em doentes emocionais...

    ResponderExcluir
  3. Não curto muito ler HQ's mas a historia me pareceu ser bem interessante acho que vou fazer uma exceção quem sabe?! :)

    Bjokas!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não leria o livro por ser em quadrinhos e tbm por ter doença no enredo
    Que bom que você gostou e tbm quero saber qual é a do sofá rsrs

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia e gostei do livro, diferentes por ser em quadrinho, ma so que me chamou atenção mesmo foi pela doença envolvida
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Quando li o título, a primeira coisa que me veio à cabeça foi Matrix. Hehehe
    Eu realmente não fazia ideia do que esperar com esse título e fiquei bem surpreendida. Achei muito interessante o tema abordado. Adoro HQs e preciso começar a ler mais. Essa vai para a lista!

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não leio HQ's, mas achei bem interessante o contexto da história.
    Uma excelente resenha e ponto de vista deixou bem atrativa a história.
    Abraços e sucesso para o blog!

    Tony

    ResponderExcluir
  8. Ola gostei das ilustrações e de certa maneira essa demonstração de amor dos personagens . Não conhecia o livro , o tema chama atenção somente a capa não está tão bonita quanto as ilustrações. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Mila, sua linda, tudo bem
    Parei aqui para pensar e acho que nunca li um livro que falasse do HIV. Engraçado, também refleti e percebei que esse assunto que era tão discutido (na minha escola já conversavam com os alunos sobre o tema) hoje não se fala tanto, acho que nunca mais ouvi ninguém falando nada sobre ele. Torço para que isso seja um bom sinal. Achei super importante a intenção do autor em informar.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olha eu sinceramente não sou fan de livros HQs, mas gostei bastante da trama da estória
    Me parece ser uma estória muito fofa e que nos faz refletir.
    Mas eu não sei se pegaria para ler, porque eu gosto mais de livros mesmo sabe?
    Seilá, acho que vai depender muito também.
    Mas eu achei sua resenha ótima. Meus parabéns!!

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/09/resenha-o-menino-de-vestido.html

    ResponderExcluir
  11. Oi, flor. Uau. Gostei do enredo. Primeiro por ser uma autobiografia e segundo por ser uma HQ, algo que quero ler mais. :) Achei o tema interessante, especialmente porque o autor não procurou tornar tudo um dramalhão, mas trouxe o aspecto real de como é a convivência em tais condições. Com certeza, anotei a dica.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito do tema, e principalmente por ele ser abordado de uma forma tão clara e objetiva. Com certeza se eu tiver oportunidade vou querer ler essa HQ, acho que por ser HQ deve ficar até mais fácil de compreender tudo e entender mais o tema

    ResponderExcluir
  13. Eu não leio muito HQ, a não ser os gibis da Turma da Monica!!
    Mas pelo enredo quem sabe eu não leia para saber como é contada a historia!!
    Parabéns pela resenha!!!

    Beijos

    http://devoreumlivroeoufilme.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Que livro interessante.
    Fiquei fascinada pela diagramação. As ilustrações são muito legais.
    Adorei a resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Bruno Conceição de Santa Nascimento10/09/2016 17:06

    Parece ser muito bom, estou ansioso para Ler <3

    ResponderExcluir